Saiba como funciona o pós-operatório da cirurgia bariátrica

A obesidade pode ocasionar diversos problemas de saúde graves, como o AVC e a diabetes. Para evitar que o paciente chegue a esses quadros, existe a cirurgia bariátrica/metabólica, uma solução para aqueles que não conseguem perder peso com outros métodos. Porém, como em toda cirurgia, o paciente deve ficar atento aos cuidados com o pós-operatório.

Afinal, a cirurgia bariátrica permite uma grande redução de peso em um curto prazo, mas isso pode gerar a impressão de solução mágica, ou seja, que agora é possível comer sem restrições e, mesmo assim, o peso anterior não voltará. Contudo, não é bem isso que acontece: a vida do operado requer disciplina.

Quer saber quais são os cuidados necessários no pós-operatório da cirurgia bariátrica? Continue a leitura e descubra!

Tempo médio de repouso e recuperação

O procedimento cirúrgico costuma ser relativamente rápido, pois dura entre 50 e 90 minutos.

Após o término da cirurgia, os pacientes devem ser encaminhados para a ala de recuperação pós-anestésica e ficam no local por cerca de 60 minutos. A técnica utilizada costuma ser a videolaparoscopia, que garante um menor tempo de internação e recuperação. Ou seja, em 15 dias o indivíduo já estará apto a voltar ao trabalho. Antes, esse tempo era de 60 dias.

Em alguns casos, dependendo da gravidade de doenças associadas, as primeiras 24 horas devem ser passadas na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Porém, essa necessidade só ocorre em pouquíssimos casos.

Alimentação adequada

Depois do bisturi, há um risco de o paciente apresentar algumas doenças, como anemia, osteoporose e outros males decorrentes da má absorção de nutrientes. Para evitar isso, todos os indivíduos precisam tomar suplementos.

Nas duas primeiras semanas, a alimentação deve ser só líquida, o que inclui chás, água de coco e caldos. Depois, é a vez da dieta pastosa, até chegar à sólida. Nessa última fase, é necessário mastigar bem os alimentos, para evitar sensação de plenitude ou náuseas.

Durante os primeiros dois anos de pós-operatório, o paciente perde muito peso. Porém, a partir daí, o apetite pode aumentar e os números na balança podem subir. Por isso, é importante manter uma dieta equilibrada. Ou seja, é preciso evitar alimentos ricos em açúcares e gorduras e procurar um acompanhamento médico e nutricional para garantir todas as  necessidades calóricas e nutricionais.

Atividades permitidas

Atividades físicas são mais do que permitidas. Essa é uma recomendação para manter a saúde do paciente em dia no pós-operatório. Por exemplo, caminhar 30 minutos, diariamente, a partir da alta hospitalar, já reduz os riscos de complicações. Os exercícios são ideais para que não haja perda de massa magra.

Frequentar um psicólogo e (quando indicado) um psiquiatra também é fundamental para administrar as mudanças. Afinal, o paciente perdeu uma significativa quantidade de peso em pouco tempo e isso pode influenciar a sua saúde mental. Em casos isolados, pacientes com tendência prévia podem transferir a fixação por comida para as compras, o álcool e o sexo, por exemplo.

Ou seja, o pós-operatório da cirurgia bariátrica exige disciplina do paciente, já que ele passa por uma grande mudança em pouco tempo. Por isso, deve estar atento a todos os fatores que apresentamos para que não existam complicações.

Gostou do nosso post? Aproveite a visita para aprender também como controlar o peso depois da bariátrica!

 

Dr. Aderson Aragão Moura

CRM PI 4115/PI

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.